O mundo fantástico de Georges Méliès ganha retrospectiva no Cine Humberto Mauro

Mostra traz mais de 100 filmes do diretor e ilusionista francês, um dos precursores do cinema e do trabalho com efeitos visuais. A entrada é gratuita

por Agência Minas 14/12/2012 11:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução / IMDB.com
Diretor de Viagem à Lua ganha retrospectiva no Humberto Mauro (foto: Reprodução / IMDB.com)
A Fundação Clóvis Salgado apresenta no Cine Humberto Mauro a mostra Primeiro Cinema: O Gênio de Méliès, dedicada ao diretor e ilusionista Georges Méliès. Entre os dias 17 e 21 de dezembro, será exibida a maior parte da filmografia do diretor, com filmes lançados entre 1896 e 1913. A mostra tem curadoria de Rafael Ciccarini, gerente de cinema da Fundação Clóvis Salgado. Influenciado por seu trabalho como ilusionista, Georges Méliès trouxe para o cinema sua experiência nos palcos, trabalhando com efeitos especiais diversos para criar um mundo de fantasia nas telas. Na mostra, uma importante parte de sua extensa produção ainda disponível será apresentada ao público. Méliès dirigiu mais de 500 filmes e grande parte se perdeu ao longo dos anos. Dentre os filmes em cartaz, destaca-se sua mais importante obra, o clássico A Viagem à Lua, de 1902, em duas versões: preto e branco e colorida – à mão, diretamente no negativo do filme, técnica também utilizada pelo diretor em outros trabalhos. O primeiro e o último filme de Méliès também integram a mostra, Um Jogo de Cartas, de 1896, e A viagem da família Bourrichon, de 1913. Devido ao desgaste causado pelo tempo, alguns dos filmes do diretor foram prejudicados, apresentando defeitos ocasionais. Mas pela importância histórica de tais filmes, lançados originalmente entre o final do século XIX e início do século XX, a curadoria optou por exibi-los. Para a assessora da Gerência de Cinema da Fundação Clóvis Salgado, Ursula Rösele, a mostra tem com objetivo possibilitar ao público conhecer Georges Méliès em suas mais diversas facetas. “Realizar a mostra é de extrema importância, pois se trata de um dos mais importantes artistas da história do cinema, pioneiro, explorador dos potenciais dessa arte e um verdadeiro inventor. Méliès foi muito mais que o criador da ficção no cinema, foi um dos primeiros artistas a compreender a dimensão artística do fazer cinematográfico”, afirma. Sobre Georges Méliès Georges Méliès foi um ilusionista e cineasta francês, conhecido por sua extensa obra marcada por invenções narrativas e tecnológicas. O diretor estava na seleta platéia que no dia 28 de dezembro de 1895 assistiu à primeira exibição pública dos Irmãos Lumière, no Grand Café em Paris. Ao longo de seu trabalho criou uma identidade própria em seus filmes, utilizando-se de técnicas como a trucagem e múltiplas exposições, efeitos especiais inovadores na época. Em 2011, dois importantes lançamentos chamaram atenção novamente ao legado de Méliès: o filme A Invenção de Hugo Cabret, de Martin Scorsese, que prestou homenagem à carreira do diretor, e a restauração da versão colorida de seu principal filme, A Viagem à Lua, lançada no Festival de Cannes após 18 anos de trabalho. Serviço Mostra Primeiro Cinema: O Gênio de Méliès Data: 17 a 21 de dezembro Local: Cine Humberto Mauro – Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1537 – Centro – Piso inferior) Entrada gratuita (retirada de ingressos na bilheteria do cinema meia hora antes do início de cada sessão)

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA