Comerciantes aprovam carnaval na zona boêmia de Belo Horizonte

O bloco Então, Brilha, que reuniu 20 mil pessoas saindo da Rua Guaicurus na manhã deste sábado, ganhou a simpatia de comerciantes

por Renan Damasceno 14/02/2015 18:19

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Alexandre Guzanshe/EM/D.A.Press
Multidão desce a Rua Guaicurus, acompanhando o bloco Então Brilha (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A.Press)

O bloco Então, Brilha, que reuniu 20 mil pessoas saindo da Rua Guaicurus, na manhã deste sábado, ganhou a simpatia de comerciantes da região, que vê o carnaval como uma oportunidade de quebrar o preconceito que existe com relação ao baixo Centro de Belo Horizonte.

“Esse ano está excelente. Há 15 anos que trabalho aqui e esse é o melhor carnaval que já teve.  É bom para a rua, até para as meninas que trabalham nos hotéis, dá um ânimo para elas”, afirmou o cabeleireiro Homero Augusto, que trabalha em um salão na Rua Guaicurus. “Quebra o clima, quebra o preconceito com o pessoal que trabalha aqui”, explicou o carregador Mauro Luiz, de 42 anos. 

Para alguns comerciantes, a chegada do carnaval também ajudou a melhorar a imagem da rua. “Tira um pouco o peso da rua, que é muito carregada por causa da prostituição. É um povo educado e melhora a imagem da rua”, disse o empresário Fernando Roque.

O bloco Então, Brilha – que homenageia no nome um dos hotéis de alta rotatividade da rua, o Brilhante, de onde parte rumo à Praça da Estação –, é hoje um dos mais tradicionais da capital.




VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CARNAVAL