Confiscado por nazistas, quadro de Picasso é arrematado por R$ 139 mi

'Femme assise, robe bleue' é um dos retratos mais conhecidos do pintor espanhol

por Estado de Minas 16/05/2017 10:47
Christie's/Divulgação
'Femme assise, robe bleue', de Pablo Picasso. (foto: Christie's/Divulgação)
Um dos retratos mais conhecidos de autoria de Pablo Picasso, Femme assise, robe bleue (Mulher sentada de vestido azul), foi arrematado por US$ 45 milhões (cerca de R$ 139 milhões) em Nova York nesta segunda-feira, 15, de acordo com a casa de leilões Christie's. 

A pintura de estilo cubista data de 1939 e retrata a amante de Picasso, Dora Maar, uma fotógrafa e artista considerada uma das principais musas inspiradoras do pintor. A obra foi pintada no dia do aniversário de 58 anos do espanhol, quando Maar tinha 31. 
 
Principal modelo de muitos dos retratos de Picasso, Maar se chamava, na verdade, Henriette Theodora Markovitch e foi amante do pintor entre 1936 e 1944. 

Originalmente propriedade de Paul Rosenberg, mecenas de Picasso, o quadro foi confiscado pelos nazistas na França, em 1940, durante a Segunda Guerra Mundial. A obra foi levada de trem para Paris e resgatada pela Resistência francesa. 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE ARTES E LIVROS