Norman Foster vai assinar expansão do Museu do Prado

por AFP 27/11/2016 11:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
RAFA RIVAS/AFP
O britânico Norman Foster vai remodelar edifício erguido em Madri pelo rei Felipe IV (foto: RAFA RIVAS/AFP)

Madri
– O renomado arquiteto britânico Norman Foster vai reformar um edifício adquirido pelo Museu do Prado, em Madri, na Espanha. Foster assina o projeto em parceria com o colega espanhol Carlos Rubio. A dupla reabilitará o Salão de Reinos, edifício do século 17 próximo à sede principal da instituição, no Centro da capital espanhola. A obra custará 30 milhões de euros.

A proposta de Foster e Rubio “respeita e valoriza o existente, adequando-o às necessidades do nosso tempo”, segundo o comunicado do museu. O Salão de Reinos é um dos raros edifícios ainda em pé do Palácio Real do Bom Retiro, erguido pelo rei Felipe IV como segunda residência. O Museu do Prado foi aberto em 1819.

Antiga sede do Museu do Exército, o imóvel foi adquirido pelo Prado com o objetivo de ampliar seu espaço expositivo. O projeto de Foster e Rubio prevê a criação de átrio de acesso na fachada sul. Isso dará a impressão de que o edifício é semiaberto, enquanto conserva suas varandas.

O novo telhado produzirá energia por meio de painéis solares, ao mesmo tempo em que permitirá a entrada de luz natural nas galerias.

Em comunicado divulgado por seu escritório, Foster, de 81 anos, se declarou “honrado em contribuir com a próxima fase de expansão do Prado”.

O arquiteto britânico deixou sua marca em vários países. Criou a londrina Ponte do Milênio, na Inglaterra, e aeroportos no Panamá, Jordânia e Hong Kong. Também leva a assinatura dele a remodelação do estádio de futebol Camp Nou, em Barcelona, na Espanha.

A Rubio Arquitetura, de Carlos Rubio, tem projetos na Espanha, na Rússia e na Arábia Saudita.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE ARTES E LIVROS