MoMA inclui os emojis originais na coleção permanente

Símbolos criados por japonês são 'atemporais', segundo o museu

por Redação EM Cultura 27/10/2016 12:19

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

NTT DOCOMO/Reprodução
Os emojis originais, criados em 1999 (foto: NTT DOCOMO/Reprodução)
 

 

O Museum of Modern Art, em Nova York, é lugar de gente grande. Andy Warhol, Pablo Picasso e Marina Abramovic são nomes que passaram pelo museu. Agora, o MoMA adicionou à coleção permanente o trabalho do japonês Shigetaka Kurita, que criou os emojis em 1999, na companhia telefônica NTT DOCOMO.


Shigetaka Kurita (…) propôs um jeito melhor de incorporar imagens ao espaço visual limitado das telas de celular”, afirma o encarregado da arquitetura e design do MoMA, Paul Galloway, em um texto no Medium.


Os 176 emojis de Kurita são bem mais simples do que aqueles que existem hoje – quase 2 mil. Eles mostram gestos de mãos, sorrisos e alguns símbolos do zodíaco. As figuras originais serão expostas na entrada do MoMA até o fim do ano.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE ARTES E LIVROS