Nan Goldin inaugura exposição em presídio

A fotógrafa se inspira na história de Oscar Wilde, escritor que foi preso por ser gay

por Redação EM Cultura 05/09/2016 17:22

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
A fotógrafa norte-americana Nan Goldin é conhecida pelo caráter provocativo de sua obra. Os fotografados de Goldin constantemente são pessoas de grupos marginais: LGBT, usuários de drogas, amigos em crise. A nova exposição da artista retoma a história de Oscar Wilde (1854 - 1900), autor do clássico O retrato de Dorian Gray. O escritor inglês foi preso em 1895 acusado de praticar sexo com outros homens.

A exposição fotográfica acontece dentro do próprio presídio em que Wilde foi preso, o Reading Prison, na Inglaterra. Inside - artists and writers in Reading Prison reúne o trabalho de vários artistas em instalações dentro das próprias celas. No espaço reservado para Goldin, várias fotografias de homens estão colocadas nas paredes. Confira (+18, as imagens contêm nus masculinos):
 
Nan Goldin/Divulgação
(foto: Nan Goldin/Divulgação)
 
 
Nan Goldin/Dovulgação
(foto: Nan Goldin/Dovulgação)
 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE ARTES E LIVROS