Bailarinos do Grupo Corpo já estão no Maracanã para festa de encerramento

Companhia mineira vai dançar quatro minutos de 'Parabelo'. Paulo Pederneiras diz que tem visão artística parecida com a da carnavalesca Rosa Magalhães

por Helvécio Carlos 21/08/2016 16:18

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

José Luiz Pederneiras / Divulgação
Trecho de 'Parabelo' (2007) escolhido para cerimônia de encerramento (foto: José Luiz Pederneiras / Divulgação)
Diretor geral e artístico do Grupo Corpo, Paulo Pederneiras, não esconde a emoção em mais uma experiência inédita para a companhia de dança. Os mineiros serão uma das atrações da cerimônia de encerramento das Olimpíadas Rio 2016.

“A expectativa é que mais de um bilhão de pessoas acompanhe em todo o mundo”, diz, com a mesma voz tranquila que comanda as agendas de apresentações do grupo no Brasil e no mundo. O elenco, formado por 21 bailarinos, também está tranquilo. “A turma é ponta firme. Está acostumada as grandes apresentações”, elogia.

Lenine e Paulo Pederneiras registram encontro no Maracanã
Paulo não dá muitos detalhes de como será a apresentação. Conta que serão quatro minutos de um trecho de Parabelo (1997). “Um tempo enorme para televisão”, avalia. O convite foi feito no ano passado. Para garantir a apresentação foi necessário o OK da produção da cerimônia para alguns detalhes importantes. Um deles foi a iluminação, que deveria atender tantos as exigências técnicas para as transmissões televisivas quanto para os telões do estádio.

O Corpo desembarcou no Rio no início da semana direto de São Paulo onde a companhia fez a estreia da nova temporada de Lecuona e Dança sinfônica. Como a agenda é fechada com um ano de antecedência, não houve problema em dedicar uma semana só para os ensaios das Olimpíadas.

“Está sendo uma experiência bem agradável. Inclusive trabalhar com Rosa Magalhães com quem tenho visão artística bem parecida”, comenta elogiando a carnavalesca que assina a direção da cerimônia de encerramento olímpico ao lado de Abel Gomes (executivo de criação), Batman Zavareze (diretor de projeções), Ale Siqueira (direção musical) e Bryn Walters (coreografia).

Com coreografia de Rodrigo Pederneiras, Paralelo é uma das obras de maior sucesso do Grupo Corpo. A música é de Tom Zé e Zé Miguel Wisnik.



O cantor Lenine registrou o encontro com os irmãos Pederneiras em seu Instagram. Veja:

 

Com os amigos Pederneiras! @grupo_corpo em #CerimôniadeEncerramento #rio2016

Uma foto publicada por lenineoficial (@lenineoficial) em

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE ARTES E LIVROS