Expedição Cultural encerra votação na próxima quinta-feira

Concurso vai eleger companhias de teatro e dança que abrirão seus ensaios à reportagem do EM. Fase posterior da promoção premiará com viagem o autor da melhor frase sobre as artes cênicas

por Junia Oliveira 17/07/2016 06:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
PABLO BARNARDO/DIVULGAÇÃO
Bonecos do grupo Pigmalião Escultura que Mexe no espetáculo Bira e Bede. Grupo mineiro é um dos pré-selecionados para o concurso (foto: PABLO BARNARDO/DIVULGAÇÃO)
As cortinas se abrem e, no palco, um universo totalmente novo se apresenta ao espectador. Seja por meio de palavras, gestos, expressões marcantes, passos leves ou coreografias fortes, atores e bailarinos escancaram realidades ou narram um mundo de ficção. Prontos a pôr o dedo na ferida, a fazer rir ou emocionar uma plateia inteira, são muitas as facetas do teatro e da dança. Conhecer algumas delas de perto, com a oportunidade de ver o espetáculo além de suas luzes, é uma das propostas do concurso Expedição Cultural Estado de Minas, cujo objetivo é incentivar as diferentes manifestações cênicas no Brasil. O público tem até a próxima quinta-feira para eleger 10 entre 24 companhias de dança e teatro do país selecionadas pela premiação para ter seu dia a dia de ensaios e apresentações documentados pelos jornalistas dos Diários Associados.


O concurso é promovido pela Fundação Assis Chateaubriand com o patrocínio da Petrobras. Cada um dos 10 vencedores vai ganhar um perfil em uma edição da revista Expedição cultural, que será lançada no fim deste ano. A lista de indicados foi feita pelos parceiros na realização do concurso. A votação deve ser feita exclusivamente pela internet, no site www.expedicaocultural.com.br.

Diretor do Pigmalião Escultura Que Mexe, de Belo Horizonte, Eduardo Felix diz que, caso o grupo seja um dos 10 vencedores, será um reconhecimento-surpresa. O Pigmalião é um coletivo de artistas que encontrou no teatro de bonecos o veículo ideal para desenvolver trabalhos no limite entre as artes cênicas e as artes plásticas. “Faremos 10 anos em 2017, mas entramos no circuito do teatro de atores, participando de festivais que não são restritos aos bonecos, há bem menos tempo”, afirma.

Na eventual oportunidade de se “desnudar” para os espectadores, ele conta que, certamente, será abordado o processo de construção dos personagens. “A gente se desdobra entre ensaios e o ateliê. Fazemos de tudo para as peças serem as mais lindas e a manipulação, perfeita. É um trabalho puxado, pois nos desdobramos em outros trabalhos, envolvidos na produção, e todos nós também construímos e manipulamos”, conta, acrescentando que vão intensificar a campanha pelos votos.

Surpresa também é a palavra usada pelo grupo Nós do Morro, do Rio de Janeiro, associação cultural sem fins lucrativos fundada há 30 anos, com objetivo de proporcionar o acesso à arte e à cultura para crianças, jovens e adultos do Morro do Vidigal. O projeto oferece atividades e cursos nas áreas de teatro (atores e técnicos) e cinema (roteiristas, diretores e técnicos). A gestora do grupo, Luciana Bezerra, diz que é sempre especial mostrar como nascem os espetáculos e como se dá o processo criativo de cada elenco e cada turma. “Será muito importante para nós ter esse voto. Estamos trabalhando a campanha no amor e na raça, sem assessoria de imprensa. Portanto, será uma surpresa para nós. Mas será também muito importante essa publicação por causa do nosso aniversário de 30 anos.”

VIAGEM A Expedição Cultural tem várias fases e, além de eleger as companhias, os internautas também podem ser premiados. Os interessados devem enviar, até 11 de setembro, uma frase ou um texto de estímulo às artes cênicas (uma pessoa pode enviar quantas frases quiser). Uma comissão julgadora elegerá as melhores frases que vão para votação popular no site – essa última etapa vai ocorrer entre 18 de setembro e 16 de outubro.

O vencedor vai receber uma viagem com acompanhante para o Rio de Janeiro ou São Paulo (a escolha é do ganhador) com todas as despesas pagas, incluindo passagem, hospedagem, refeição, city tour, convite para um espetáculo de teatro ou dança e visita a museus e centro histórico.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE ARTES E LIVROS