Gaymada atrai a atenção de curiosos na Praça da Estação

Com muito bom-humor, competição que propõe luta contra a homofobia reúne homens e mulheres fantasiados em evento da programação da Virada Cultural de BH

por Celina Aquino Ivan Drummond 10/07/2016 17:10

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Campo delimitado, duas equipes e uma bola. Trata-se, sim, de uma competição, mas que de tradicional não tem nada. Os jogadores capricharam no figurino e na maquiagem para ganhar a atenção do público que acompanhou o Campeonato Interdrag de Gaymada, na Praça da Estação, que já está incorporado à programação da Virada Cultural de Belo Horizonte. Dessa vez, venceu o time Herdeiros da Márcia Fu.

Som e dança não podem faltar, é claro. Logo do início da competição, o locutor anunciou: sem música o gay não existe. Antes de entrar em campo, os times se apresentavam com coreografia ensaiada e tudo mais. Um dos grupos mostrou todo o gingado ao som de sucessos como "Hollaback Girl", de Gwen Stefani, "Solta o frango", de Bonde do Rolê, e Formation, de Beyoncé.

Já que de fato se tratava de uma competição, ao fim saiu um vencedor. O time campeão leva o nome de Herdeiros da Márcia Fu. Cada integrante tem nas costas o nome de ex-jogadoras da seleção brasileira de vôlei, entre elas Hilma, Fe Garay, Ana Moser, Fernanda Doval, Fofão, Mari e até Leila.

Paulo Filgueiras/EM/D.A Press
Competidores da Gaymada arrasam nas jogadas e no gingado (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)

Paulo Filgueiras/EM/D.A Press
Uniformizados, integrantes do time Herdeiras de Márcia Fu comemoram vitória (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE ARTES E LIVROS