Pampulha poderá ter sua "Virada Cultural"

por Paulo Henrique Lobato 09/07/2016 18:16

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Gladyston Rodrigues/EM/D.A PRESS
(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A PRESS)
Belo Horizonte poderá ganhar uma espécie de virada cultural em toda extensão da orla da Pampulha, cartão-postal da cidade cujo conjunto arquitetônico (Igreja São Francisco de Assis, Casa do Baile, Museu de Arte e Iate Tênis Clube) deve ser reconhecido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), na próxima sexta-feira, como Patrimônio Cultural da Humanidade.

O Projeto de Lei 1929/16, de autoria do vereador Professor Wendel, prevê no calendário oficial da cidade o Circuito Cultural Orla da Pampulha, com atrações durante 24 horas consecutivas.

O texto determina que as manifestações ocorram, preferencialmente, sempre no primeiro semestre. O projeto recebeu parecer favorável na Comissão de Legislação e Justiça.

“A intenção é chamar a população para uma área da cidade que vem sofrendo diversas transformações, como a despoluição da lagoa, o reconhecimento arquitetônico como patrimônio histórico e por ser um dos cartões-postais da cidade. Como ocorre na Virada Cultural, o Circuito Cultural Orla da Pampulha promoverá 24 horas de apresentações culturais ininterruptas, com variados tipos, como espetáculos musicais, teatro, exposições de arte e história etc”, justificou o parlamentar.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE ARTES E LIVROS