Eduardo Von Sperling lança seu primeiro livro, A fazenda em Paracatu

Evento nesta sexta-feira marca marca a divulgação do romance de estreia do engenheiro

por Pedro Galvão 08/07/2016 07:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução / Editora Chiado
(foto: Reprodução / Editora Chiado)
Se criar na própria imaginação personagens e histórias já não é uma tarefa simples, conseguir colocá-las no papel e ver toda essa fantasia virar um livro que será lido por várias outras pessoas é um sonho que poucos conseguem realizar. Mas foi o caso de Eduardo Von Sperling, que aos 64 anos de idade lança seu primeiro romance, ‘A fazenda em Paracatu’, nesta sexta-feira, 8, no Café do Centro Cultural do Minas Tênis Clube, às 18h.

A obra conta a história de um jovem belo-horizontino, descendente de uma rica família portuguesa, que tem a missão de assumir uma fazenda na região de Paracatu, noroeste de Minas Gerais, deixada de herança por seu avô. ''A fazenda é um motivo, o livro na é verdade sobre o crescimento de uma pessoa'', explica o autor.

Natural do Rio de Janeiro, mas criado em Belo Horizonte desde a infância, Eduardo conheceu Paracatu em uma viagem a trabalho e não tem qualquer outra ligação pessoal com o enredo. Tudo é fruto de sua criatividade. Na trama, que se passa na década de 80, o protagonista chamado André enfrenta uma série de desafios e emoções inerentes ao processo de autoconhecimento e enfrentamento das dificuldades que a situação lhe proporciona.

''É uma história leve, sem grandes perigos quixotescos, que poderia acontecer com qualquer jovem mineiro de classe média'', afirma Von Sperling, engenheiro civil de formação e professor da Escola de Engenharia da UFMG. Acostumado a assinar publicações acadêmicas, essa é a primeira vez que ele lança um romance. Tudo foi possível graças à editora portuguesa Chiado, que acreditou e abraçou o projeto e irá comercializar a obra no Brasil e em Portugal.

Serviço
Lançamento ‘A fazenda em Paracatu’ - Editora Chiado, 338 páginas, R$36
Data: 8 de julho, sexta-feira, 18h
Local: Café do Centro Cultural do Minas Tênis Clube (Rua da Bahia, 2244, Lourdes)

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE ARTES E LIVROS