Silvio Santos ganha livro de caricaturas em homenagem aos 85 anos

Publicação tem desenhos de 85 cartunistas, incluindo os pernambucanos Samuca e Sérgio Gomes

por Diário de Pernambuco 28/06/2016 10:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
O Homem do Baú começou a trabalhar aos 14 anos de idade, vendendo capinhas de plástico para títulos de eleitor
SBT/Divulgação (foto: O Homem do Baú começou a trabalhar aos 14 anos de idade, vendendo capinhas de plástico para títulos de eleitor)

Sorriso largo, olhos quase sempre semicerrados e microfone na lapela são algumas das características inconfundíveis do visual de Silvio Santos. A aparência marcante, somada ao humor característico e à popularidade, faz do apresentador e dono do SBT interessante objeto de trabalho para cartunistas, que homenageiam Senor Abravanel (nome original dele) no livro 85 vezes Silvio Santos (Astral Cultural, 176 páginas, R$ 69). Dedicada aos 85 anos do empresário, completados em dezembro de 2015, a publicação apresenta dezenas de caricaturas feitas por artistas de todo o Brasil.

Dois cartunistas que colaboram na obra são pernambucanos: Samuca, do Diario, e Sérgio Gomes. Entre os outros autores participantes, nomes como Mauricio de Sousa, da Turma da Mônica, responsável pela capa, Nani, Aroeira e Décio Ramires. Cada desenho acompanha um texto escrito pelos artistas.

Na opinião de Samuca, apesar dos traços marcantes e do visual icônico, o comunicador não é uma personalidade fácil de ser retratada. "Ele tem muitas fases, se transforma ao longo do tempo. Acho que meu desenho vem muito da memória da adolescência, da época da TV em preto e branco", diz. Admirador de Silvio, o cartunista elogia o talento do apresentador e a capacidade de ascender de camelô para dono de uma emissora de televisão, sem perder o apelo popular.

"Silvio me deixava mais otimista, levando a ver a vida de outra forma", diz Sérgio Gomes, que, na adolescência, acompanhava o programa de auditório aos domingos. O cartunista diz seguir admirando o apresentador mesmo à distância. "Ele passou dos 80 anos e continua produzindo, com amor pela causa", diz, ressaltando que espera seguir o exemplo e se manter ativo e fazendo arte por anos. "A caricatura funciona como uma espécie de certificado de que a personalidade já se transformou em um 'logotipo midiático'", afirma o presidente da Associação dos Cartunistas do Brasil e organizador do livro José Alberto Lovetro (JAL), que viu o apresentador pela primeira vez aos dez anos de idade, quando o pai o levou para a gravação de um programa de auditório. "Ele faz parte da vida de muita gente e chegar aos 85 anos nesse pique é surpreendente. É uma personalidade que merece ser reverenciada", diz.

Ao lado de Mauricio de Sousa, JAL entregou exemplar do livro ao comunicador em um programa recente. "Diversão é importantíssimo e Silvio Santos dá a contribuição. Faz muita gente que está de mau humor se renovar no domingo para encarar a semana com mais alegria", completa JAL.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE ARTES E LIVROS