LISBELA E O PRISIONEIRO

DATA

  • 07/02/2017 à 07/02/2017
  • Hora início: 20:00
  • Hora fim: 21:20

PREÇOS

  • Sinparc:15,00
    Meia entrada:20,00
    Inteira:40,00

 

Grande sucesso da dramaturgia nacional. De casamento marcado, a sonhadora Lisbela apaixona-se por Leléu, artista de circo mambembe, um Don Juan do sertão.

Texto: Osman Lins / Direção: Ricardo Batista

 

Classificação: 12 anos / Duração: 80min

Sesc Palladium - Grande Teatro (R. Rio de Janeiro, 1046, Centro &ndash Tel: 3270-8100)

07 de fevereiro &ndash Terça feira às 20h


LISBELA E O PRISIONEIRO

Sertão nordestino, 1940. A sonhadora Lisbela, filha de Tenente Guedes, delegado de Vitória de Santo Antão, está de casamento marcado com um advogado da cidade, quando se apaixona por Leléu, um incorrigível conquistador, artista mambembe de circo, que está preso pelo excesso de suas paixões. A atração é recíproca e este casal anticonvencional assumirá grandes riscos em nome de sentimentos intensos.

 

Com texto de Osman Lins, a peça é um grande sucesso da dramaturgia nacional. Esta montagem, dirigida por Ricardo Batista, já esteve presente em vários palcos de Belo Horizonte, interior de Minas e em Curitiba (PR). Durante a 40ª Campanha de Popularização do Teatro e da Dança de Minas Gerais, foi vista por mais de 3.000 espectadores em apenas cinco apresentações. Suas sessões na capital paranaense, patrocinadas pelo programa Caixa Cultural, tiveram todas as sessões esgotadas. O espetáculo conta com elenco de vários nomes conhecidos em Belo Horizonte. Fernanda Botelho e Fabiano Persi interpretam o jovem casal e em cena, são acompanhados pelos experientes e talentosos atores Luciano Luppi, Geraldo Carrato, Pepê Sabará, Fernando Veríssimo, Edu Costa e Rubens Ramalho, sendo este indicado ao 1º Prêmio Copasa/Sinparc de Melhor Ator Coadjuvante de Teatro Adulto em 2013.

 

Ao contar a história de amor entre Lisbela, a mocinha da trama e o prisioneiro Leléu, o autor descreve como ninguém a cultura popular brasileira e transforma a literatura e o teatro em um precioso resgate da cultura nacional. Com diálogos nordestinos cheios de comicidade e ternura, o espetáculo promete causar extrema simpatia nos espectadores e também motivar questionamentos morais e sociais de valores que perduram até os dias atuais. Uma montagem teatral de qualidade, que valoriza as atuações de um elenco de peso, o excelente texto de Osman Lins e a temática brasileira.

 

http://www.sescmg.com.br/wps/portal/sescmg/centrais/central_de_programacao/programacao_aberta/cultura - programacao/lisbela e o prisioneiro fevereiro

+EVENTOS

Eventos

VÍDEOS RECOMENDADOS