'Lâminas da Morte - A maldição de Jack, Estripador'; estreia dia 6/out nos cinemas

DATA

  • 06/10/2016 à 31/12/2016

LOCAL / INFO

PREÇOS

  • Verificar em cada sala de exibição:0,00

 "LÂMINAS DA MORTE &ndash A MALDIÇÃO DE JACK, O ESTRIPADOR" ESTREIA EM 6 DE OUTUBRO NOS CINEMAS

 

O legendário serial killer, mundialmente conhecido, está de volta. O longa inglês, escrito e dirigido por Ian Powell e Karl Ward, apresenta a história de seis jovens

roteiristas que são desafiados a escrever o mais assustador filme de terror. Um conjunto de facas levado ao cenário por uma dos personagens é o ponto de partida para acordar o fantasma de Jack, o Estripador

  

&ldquoLâminas da Morte &ndash a Maldição de Jack, o Estripador&rdquo (Razors - The Return of Jack, the Ripper) estreia no dia 6 de outubro, com distribuição nacional pela Cineart Filmes. Classificado no gênero terror/horror, o filme britânico traz a tona um dos mais clássicos personagens do cinemaNo roteiro de Ian Powell e Karl Ward, que também dividem a direção, seis jovens roteiristas são escolhidos por seu professor para escrever um novo filme de terror. Presos num armazém abandonado, eles competem para criar o roteiro mais assustador já escrito. Mas Ruth (Kelby Keenan), uma das participantes, carrega consigo um terrível segredo: as facas de Jack, o Estripador. Quando as lâminas desaparecem e alguém começa a atacar os roteiristas, o grupo mergulha no terror verdadeiro. 

O projeto do filme existe desde 2008. Foram quase oito anos para filmar e terminar o longa e quase nada foi alterado do roteiro original. Algumas cenas externas foram cortadas, houve mudança de cenário &ndash que seria um asilo e passou a um armazém antigo, e a ideia inicial era filmar em 3D. A proposta era trazer de volta esse assassino em série, que não foi explorado recentemente, apesar de ser tão conhecido no Reino Unido e no mundo. O diretor Ian Powell conta que, apesar da lenda de Jack, o Estripador já ser um clássico e estar presente no imaginário das pessoas, a ideia foi apresentar uma história moderna, mas com um cenário que remetesse à época do surgimento real dos assassinatos (1888), em Londres&ldquoNós filmamos no subsolo de um armazém antigo, vestígio de uma casa vitoriana do século XIX, onde acredita-se que foram encontrados, de fato, os corpos de três vítimas do serial killer. Além disso, como temos a intenção de dar sequência ao filme, criamos uma nova mitologia em torno das facas de Jack. Neste filme, uma  personagem tem a caixa de facas e, à medida que as facas somem, vão ocorrendo os assassinatos e o mistério de quem será o próximo e de quem é o assassino. A ideia é mostrar que onde as facas estão, o espírito livre de Jack, o Estripador, também está. Nós não sugerimos, em nenhum momento, que ele pode ter sido o assassino, vamos fazer isso em filmes posteriores, mas o que conta é o imaginário do público&rdquo, explica Ian Powell. 

Powell, que também é o idealizador do projeto, conta que é a primeira vez que dividiu a direção. &ldquoSempre tive uma grande parceria com os produtores e acredito que todos os filmes são uma colaboração. E, quando você está trabalhando com baixo orçamento e um cronograma curto, tem que trabalhar muito próximo com todos. Filmamos tudo em 10 dias e Karl Ward foi fundamental neste processo. Ele tinha 24 anos quando fizemos este filme, eu queria trabalhar com alguém de uma geração mais jovem e ele tem uma visão diferenciada dos filmes de terror. Tivemos muita autonomia. Às vezes ele dirigia uma cena quase por conta própria e eu também. Karl é muito bom com a motivação dos atores. Também tivemos um bom elenco. Acho Kelby Keenan extremamente forte no filme. Ela, inclusive, está indo para Hollywood. O restante do elenco foi escolhido entre quase mil candidatos. 

O diretor conta que utilizou como referências outros clássicos do gênero e que também classifica o seu &ldquoLâminas da Morte &ndash a Maldição de Jack, o Estripador&rdquo  como um filme de Terror Cult. &ldquoFui muito influenciado pelo filme &ldquoThe Haunting&rdquo (1963)o original deRobert Wise. Para mim, ainda é um dos mais assustadores que existe. Quando eles tentaram refazer não foi muito assustador. Acho que quando você está fazendo um filme, especialmente um filme de terror, você meio que absorve muitas influências pelo que já viuanteriormenteTudo que te assusta fica guardado no subconsciente. Obviamente, tivemos muito que definir o nosso enredo com as navalhas do Jack, sabíamos o que queríamos comunicar, mas as influências afloram de suas memórias para  gerar o horror. Outras inspirações foram  &ldquoO Iluminado&rdquo (Shinning - 1980), que é bem assustador, e também Suspíria (1977). No terror, a luz é importante, o tom dacor é fundamental. Quando você está fazendo um filme de terror, você recorre a um monte de coisas que aconteceram no passado, e os fãs de filmes de terror conhecem e esperam por isso&rdquo, acredita. 

E para os fãs de Jack, o Estripador, Ian Powel adianta que já está escrevendo o próximo roteiro para dar sequência à série. &ldquoPenso que há enormes oportunidades com a história As facas de Jack, o Estripador, serão sempre o fio condutor do meu personagem. Ou seja, onde as facas são levadas,  seu espírito acompanha. No enredo seguinte,  escrevo que um ladrãrouba a caixa de facas antigas e mitológicas e, obviamente, a leva para um negociante de arte vender. E, em seguida, Jack, o Estripador, vai voltar.

Fã declarado do Brasil e admirador de Coffin Joe (Zé do Caixão), o diretor Ian Powell diz estar empolgado com essa primeira distribuição internacional nos cinemas. &ldquoEstou extremamente animado. Meu filme anterior foi distribuído na França, Alemanha, Estados Unidos e México, mas apenas na TV, em deo on demand. Além de alguns festivais. Portanto, estou extremamente excitado com isso, o Brasil é um país fantástico.&rdquo 

O filme ganhou dois prêmios no 6th Yellow Fever Independent Film Festival (6º Festival de Filme Independente Febre Amarela, em tradução livre) em Belfast, na Irlanda &ndash Melhor Filme de Horror e Melhor Filme em Efeitos Especiais. 


FICHA TECNICA

Lâminas da morte &ndash a Maldição de Jack, o Estripador

(Razors - The return of Jack, the ripper)

Estreia: 6 de outubro

Direção: Ian Powell e Karl Ward

Roteiro: Ian Powell e Karl Ward

Elenco: Kelby Keenan, Thomas Thoroe, Josh Myers, Khan Bonfils, Kunjue Li, Andrew Shire

Produção executiva: Martin Myers

Produção: Ian Powell

País/Ano: Reino Unido/ 2016

Duração: 92 min

Gênero: Terror/Horror

Classificação: Não indicado para menores de 14 anos

Aspect Ratio: 2.35:1

Formato de exibição: Digital 2D (legendado)

Áudio: Estéreo

Idioma: Inglês

Cód.Ancine: 2016036235000003

Distribuidor: Cineart Filmes

 

TRAILER :: LÂMINAS DA MORTE &ndash A MALDIÇÃO DE JACK, O ESTRIPADOR

https://youtu.be/pG7F3q3EIr8

 

SINOPSE

Seis jovens roteiristas são escolhidos por seu professor para escrever um novo filme de terror. Presos num armazém abandonado, eles competem para criar o roteiro mais assustador já escrito. Mas Ruth (Kelby Keenan), uma das participantes, carrega consigo um terrível segredo: as facas de Jack, o estripador. Quando as lâminas desaparecem e alguém começa a atacar os roteiristas, o grupo mergulha no terror verdadeiro. Quem é a garotinha que assombra seus sonhos? Quem está fazendo os ataques? Seria um deles querendo impor sua história? Ruth reescrevendo os crimes do estripador? Ou o espírito de Jack que, a cada morte, se torna mais forte? Neste novo clássico do terror, qualquer um pode ser o escolhido. Seja como vítima, seja como assassino.

 

CURIOSIDADES

Jack, o Estripador foi o pseudônimo dado a um assassino em série não-identificado que agiu em Londres, em 1888. O nome foi tirado de uma carta, enviada à Agência Central de Notícias de Londres, por alguém que se dizia o criminoso. Suas vítimas eram mulheres, prostitutas. Duas delas tiveram a garganta cortada e o corpo mutilado. A remoção de órgãos internos de três vítimas levou oficiais da época a acreditarem que o assassino possuía conhecimentos anatômicos ou cirúrgicos.

 

FILMES SOBRE O PERSONAGEM:

- Jack, o Estripador (1959)

Jack, o Estripador (1976)

- A volta de Jack, o Estripador (1988)

 

LIVROS SOBRE O PERSONAGEM:

- O diário de Jack

Eu sou Jack, o Estripador

- Os crimes de Jack

- Jack, o Estripador, em Nova York

 

CINEART FILMES 

A Cineart Filmes é uma distribuidora de conteúdos audivisuais, 100% brasileira. Está presente nos principais festivais e feiras de cinema do Brasil e do mundo, sempre buscando conteúdo diversificado e de qualidade. Traz em seu DNA o cuidado em representar o cinema nacional, em especial os produtores mineiros. É uma empresa da Rede Cineart Multiplex, com sede em Minas Gerais, e está no mercado de exibição de filmes há 70 anos.   

A Rede Cineart atua desde os tempos dos grandes cine-teatros de rua, sendo pioneira neste mercado, com salas que marcaram a história de Belo Horizonte. Sempre evoluindo e antecipando tendências, inaugurou os primeiros complexos de cinema nos shoppings centers da cidade, implantou a tecnologia 3D e lançou as primeiras salas IMAX e Premier, em Minas Gerais. É com essa tradição e reconhecimento no mercado cinematográfico, que estreia no mercado brasileiro de distribuição. Atendendo as demandas dos exibidores e acompanhando de perto as preferências do público, a Cineart Filmes está apta para impulsionar, ainda mais, o desenvolvimento do cinema. O objetivo éampliar fronteiras e estreitar parcerias para projetar grandes sucessos nacionais e internacionais pelo Brasil.

 

www.cineart.com.br

+EVENTOS

Eventos

VÍDEOS RECOMENDADOS