Renascimento Gráfico na Casa Fiat de Cultura

DATA

  • 20/09/2016 à 09/10/2016

LOCAL / INFO

PREÇOS

  • Entrada Franca
  • Consumação: 20

Em exposição inédita na Piccola Galleria, artista Daniel Tavares apresenta seu estilo peculiar de registrar o fascínio por esculturas italianas

 

O artista mineiro Daniel Tavares foi um dos seis contemplados no programa de seleção da Piccola Galleria da Casa Fiat de Cultura e será o primeiro a expor no espaço. A exposição &ldquoRenascimento Gráfico&rdquo retrata uma releitura gráfica e saudosa do artista em relação às clássicas esculturas renascentistas encontradas por toda a Itália. A mostra, com entrada gratuita, reúne dez pinturas inéditas de grandes e pequenos formatos, criadas em óleo sobre tela, e fica aberta ao público entre os dias 20 de setembro e 9 de outubro de 2016.

 

Marcadas pelo figurativo contemporâneo, as obras de Daniel Tavares revelam seu sentimento nostálgico. O artista viveu muitos anos em países europeus, onde pôde fotografar as esculturas que brilhavam aos olhos e desenvolver sua técnica. Com fixação evidente pelos bustos e esculturas encontradas nas praças, museus e ruas italianas, sobretudo em Roma e Florença, Daniel refinou o próprio estilo e associou sua técnica à informalidade da arte italiana contemporânea, criando o que denomina Renascimento Gráfico.

 

Com influências cubistas, pop e urbanas, Daniel Tavares é autodidata e iniciou a carreira como desenhista publicitário e grande admirador de quadrinhos. As obras que apresenta na exposição apresentam traços tipicamente marcados pelo grafismo e pelo figurativo, com contornos pretos e sombras demarcadas. Tais características se fundem à cultura clássica da arte renascentista, focada no humanismo, na perspectiva e na proporção geométrica, com destaque para as figuras humanas e a expressão corporal. Daí a ideia de &ldquoRenascimento Gráfico&rdquo.

 

A pintura de Daniel Tavares se destaca, ainda, pelo uso das cores, fortes e envolventes, alcançadas pela pigmentação encontrada em tintas que adquiriu na Itália. O artista explica que &ldquoesta convivência com a arte italiana, sobretudo a informal, transformou minha obra, antes dominada pelo excesso de elementos, em uma pintura limpa, que valoriza a figura. O fundo da tela se tornou neutro, porém vibrante, conferindo contraste entre a obra e inserindo novos figurativismo e expressionismo&rdquo.

 

O artista relata que se sente privilegiado em expor no espaço da Piccola Galleria. &ldquoÉ um orgulho ver que, dentre tantos projetos, fui um dos selecionados em um processo neutro e imparcial, e saber que artistas deste porte, já consagrados, apreciaram o meu trabalho. Na Casa Fiat de Cultura, terei a oportunidade de apresentá-lo também ao grande público e, quem sabe, abrir outras portas na minha carreira artística. Especialmente na Itália, onde construí grande parte da minha trajetória, ter essa exposição em meu portfólio é uma chancela que dá credibilidade e visibilidade ao meu trabalho&rdquo, destaca Daniel Tavares.

 

Em 2016, ano em que comemora 10 anos de atividades, a Casa Fiat de Cultura abriu as portas da Piccola Galleria, seu novo espaço para as artes visuais, em um programa de seleção de exposições individuais ou coletivas. A instituição convidou os artistas Yara Tupynambá, Miguel Gontijo, Fernando Pacheco e Umberto Nigi, que já realizaram exposições na Casa Fiat e têm visões e opiniões distintas sobre a arte para selecionar os trabalhos. Dentre os 40 inscritos, os artistas Antonio Pinto da Fonseca Junior, Daniel Pinho, Daniel Tavares, Marcus Amaral, Renata Laguardia e Thaieny Dias foram os seis selecionados desta edição, que contará com uma série de mostras inéditas e de curta duração, que se encerra em 2017, sempre com entrada gratuita.

 

Daniel Tavares

 

Mineiro de João Pinheiro, radicado em Belo Horizonte, Daniel Tavares é um artista do mundo. Com 46 anos, Tavares é autodidata e seu interesse pelo desenho e pela pintura se desponta aos oito anos de idade. Em 1986, inicia carreira como desenhista publicitário, influência que ainda projeta em suas telas.

Em 1997, passa uma temporada em Portugal, onde se une a jovens pintores russos imigrantes e expõe pinturas em duas galerias de Lisboa. No ano seguinte, retorna ao Brasil e realiza exposições em Belo Horizonte e no Rio de Janeiro, período em que suas obras são classificadas, pelo crítico de artes Pierre Santos, como neoexpressionistas. No Rio de Janeiro, trabalhou com três galerias de arte, que abriram portas para que enviasse suas obras à galeria em Portugal.

 

Em 2005, Tavares se transfere, com esposa e filho, para a pequena cidade de Cogoleto, na Itália, onde vive por quatro anos. Naquele período, realiza, aproximadamente, 80 exposições por toda a Itália. Após estada em terras italianas, o artista passa rápida temporada em Nova York, onde participa de feiras de arte e exposição coletiva em uma galeria de arte do Soho. Desde então, realizou exposições coletivas e individuais e participou de Bienais e Salões de Arte no Brasil e no exterior. Possui coleções permanentes de obras em Cerâmica no Museum de Ervas e no Museum do Oleo, na Itália, e trabalha com galerias de arte do Brasil, de Nova York, da Suíça e da Itália.

 

Piccola Galleria

 

Pinturas, desenhos, gravuras, esculturas, fotografias e videoarte têm agora mais um espaço na cidade: a Piccola Galleria, novo espaço das artes visuais em Belo Horizonte, criado pela Casa Fiat de Cultura, que lança seu programa de seleção para exposições individuais ou coletivas. Em local de grande circulação de visitantes na Casa Fiat, em sua sede na Praça da Liberdade, a sala expositiva já está pronta para receber mostras inéditas de artistas locais, brasileiros ou estrangeiros, e dar destaque a novos talentos.

 

A Piccola Galleria é um pequeno recinto no Hall Principal da Casa Fiat de Cultura, bem ao lado do painel &ldquoCivilização Mineira&rdquo, de Candido Portinari. Destina-se a exposições de curta duração, mas com toda a visibilidade que a instituição enseja. No novo espaço, serão realizados dois tipos de mostras: aquelas programadas pela própria Casa Fiat e aquelas destinadas a artistas que inscrevam seus trabalhos por meio de um processo de seleção simples e rápido, a cargo de uma comissão avaliadora convidada pela instituição.

 

Casa Fiat de Cultura

 

Há 10 anos, a Casa Fiat de Cultura cumpre importante papel na transformação do cenário cultural mineiro, ao apresentar, em Belo Horizonte, mais de 20 importantes exposições, de renomados artistas brasileiros e internacionais. A grande arte de Caravaggio, Chagall, De Chirico, Rodin, Tarsila do Amaral e outros pôde ser apreciada e discutida de forma gratuita ao longo dos anos, por todos os públicos, de todas as idades e classes sociais.

Sempre com mostras inéditas, a instituição desenvolve um Programa Educativo que é peça fundamental nesse trabalho de valorização e de ampliação do conhecimento proporcionado a seu público. Para cada exposição, são idealizados conceitos e temáticas a serem trabalhados em atividades educativas, em um modelo de Ateliê Aberto, que proporciona aos visitantes um espaço de experimentação livre e de participação nos processos do fazer criativo. 

Cerca de 1,8 milhão de pessoas já visitaram a Casa Fiat de Cultura e mais de 300 mil pessoas participaram das atividades educativas. Para cada público, uma abordagem especial é adotada, com o intuito de encantar e transformar, de maneira positiva, o imaginário de cada visitante. É com esse espírito de envolvimento e inclusão que a Casa Fiat de Cultura tornou-se referência no Brasil, por meio da arte e da cultura, ao proporcionar experiências memoráveis ao público. 

Serviço:

Exposição &ldquoRenascimento Gráfico&rdquo

Pinturas de Daniel Tavares na Piccola Galleria da Casa Fiat de Cultura

De 20 de setembro a 9 de outubro de 2016

 

Entrada Gratuita

 

Piccola Galleria

Casa Fiat de Cultura

Circuito Liberdade

Praça da Liberdade, 10 &ndash Funcionários &ndash BH/MG

 

Horário de funcionamento: terça a sexta, das 10h às 21h &ndash Sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h

 

*Durante o Noturno nos Museus, dia 23 de setembro, a Casa Fiat de Cultura fica aberta até às 23h.

www.casafiatdecultura.com.br

+EVENTOS

Eventos

VÍDEOS RECOMENDADOS