MUSEU DO SEXO DE BH ABRE MOSTRA INAUGURAL NESTE SÁBADO (06)

DATA

  • 06/08/2016 à 07/08/2016

PREÇOS

  • Entrada Franca

A história da Zona Boêmia de Belo Horizonte &ndashcontada pelo viés da sexualidade&ndash sai do papel e ganha vida a partir deste sábado (06). O Museu do Sexo Hilda Furacão, primeiro dedicado ao tema no Brasil, abre as portas para receber toda a curiosidade do público com diversas atividades: exposições cortejo por toda a área boêmia da cidade, com parada nos hotéis e instituições parceiras e um ato público, denominado ''Toplessaço''.

O Museu do Sexo, que tem o apoio da Fundação Doimo &ndashadministradora dos shoppings do Grupo UAI&ndash, segue o conceito de percurso e tem exposições espalhadas por toda a Zona Boêmia de BH, de locais de grande movimentação popular, como o UAI Shopping, aos hotéis frequentados pelas profissionais do sexo que ocupam a região. O idealizador e curador do museu, Francilins, explica que o espaço será um ponto de convergência de ações culturais relacionadas à sexualidade humana.

''A proposta é fomentar a produção intelectual e artística relacionada ao sexo e colocar este material à disposição do público. Além disso, queremos promover reflexões universais sobre este tema humano, focando em suas especificidades locais, com ênfase no patrimônio cultural e imaterial da Zona Boêmia de Belo Horizont'e', explica.

EXPOSIÇÕES - No sábado serão abertas ao público duas exposições. Às 15h, será inaugurada a mostra ''Atentado ao Pudor ou Top Less'', com curadoria de Maria Eugenia Cordero e Santigo Rueda, que reúne videos, desenhos, objetos e arte em serigrafia sobre o universo do sexo. A exposição está no terceiro andar do UAI Shopping Centro (rua Saturnino de Brito, 17) e pode ser visitada gratuitamente de segunda à sexta-feira, de 9h às 21h, no sábado, de 8h às 20h, e no domingo, de 9h às 15h.

Outra exposição que compõe o Museu do Sexo é ''Gozemos'', que apresenta obras &ndashcomo fotografia, vídeos e objetos&ndash de diversos artistas convidados e será aberta às 19h. A mostra também é gratuita e pode ser visitada no Centro de Referência da Moda de BH (CR Moda) (rua da Bahia, 1149 &ndash Centro), de terça à sexta-feira, de 9h às 21h, sábado e domingo, de 10h às 14h.

CAMINHADA - Para marcar a abertura ao público do Museu do Sexo Hilda Furação, às 17h vai haver, ainda, um cortejo que vai percorrer toda a Zona Boêmia de BH, passando pelos hotéis instalados na região e por instituições que apoiam o projeto, como o Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a Casa do Conde e a Fundação Nacional das Artes (Funarte), com chegada programada para o CR Moda. Depois da inauguração da mostra &ldquoGozemos&rdquo, o cortejo seguirá o caminho noturno pela zona do museu.

ATO PÚBLICO &ndash No domingo (07), às 10h, outro evento marca a abertura do Museu. Um ''Toplessaço'' será realizado no terraço do Hotel Montanhês, conhecido como Castelinho, na rua Guaicurus. A ideia é chamar a atenção para a produção artística relacionada à sexualidade.

O Museu do Sexo Hilda Furacão conta com o apoio da Fundação Doimo e dos hotéis Stylus, Ruby, Requinte, Nova América, Gmatos, Magnífico, Montanhês e Privê. O patrocínio é da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, do BDMG Cultural e da UNA.

https://museudosexohildafuracao.wordpress.com/

+EVENTOS

Eventos

VÍDEOS RECOMENDADOS